Exercícios espirituais para transformar sua atitude (parte 1 de 3)

Exercícios espirituais para transformar sua atitude (parte 1 de 3)

 

Para que o exercício?

“Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, a alma e o corpo de vocês sejam preservados irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” 1 Tessalonicenses 5:23 NVI

Deus valoriza em primeiro lugar o espírito. Um espírito vivificado controla a alma (sentimentos e pensamentos) e ambos promovem qualidade de vida para o corpo. Deus quer preservar nossa existência e da mesma forma que o corpo precisa de exercícios, a alma precisa de momentos de descontração e o espírito também precisa de estar em intimidade com Deus.

“Para progredir na vida cristã, faça sempre exercícios espirituais. Pois os exercícios físicos têm alguma utilidade, mas o exercício espiritual tem valor para tudo, porque o seu resultado é vida, tanto agora como no futuro.”  1 Timóteo 4:8 NTLH

Os exercícios espirituais têm valor para tudo. Eles afetam não somente nosso relacionamento com Deus, mas com as outras pessoas e até com a gente mesmo.

Trazem também vida, porque viver não é somente se manter respirando, mas encontrar propósito em tudo aquilo que faço. Jesus veio para nos trazer uma vida abundante (João 10:10).

Por último, os exercícios espirituais trazem perspectiva de futuro. Os exercícios espirituais aprofundam o relacionamento de longo prazo com Deus, para que Ele possa realizar em nós o Seu plano e prosperar nosso futuro (Jeremias 29:11)

Ao longo desta série de posts, gostaria de listar algumas disciplinas que poderão nos ajudar a relacionar melhor com Deus, com meu próximo e com o mundo ao meu redor.

 

Disciplinas para minha caminhada com Deus

 

ORAÇÃO

Jesus tinha uma disciplina inegociável de oração, mesmo quando estava atarefado e cansado:

“A sua fama, porém, se propagava ainda mais, e ajuntava-se muita gente para o ouvir e para ser por ele curada das suas enfermidades. Ele, porém, retirava-se para os desertos, e ali orava. ” Lucas 5:15-16

Tirar um tempo em nossa rotina desgastante que a sociedade moderna nos impõe é um exercício de prioridades. A oração é o combustível que mantém vivo nosso relacionamento com Deus. É o momento em que podemos nos abrir e também engrandecer a Deus por sua infinita bondade e misericórdia. Quando tornamos este momento algo diário, somos continuamente fortalecidos em nosso espírito, porque percebemos que temos um Pai próximo a nós, disponível a ouvir em todo tempo.

 

PALAVRA

Leia, memorize e sempre coloque em prática a Palavra de Deus. Esteja sempre pronto para explicar sua fé, com respeito:

“Antes, santifiquem Cristo como Senhor no coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês. Contudo, façam isso com mansidão e respeito, conservando boa consciência, de forma que os que falam maldosamente contra o bom procedimento de vocês, porque estão em Cristo, fiquem envergonhados de suas calúnias. “ 1 Pedro 3:15,16

Você não precisa DEFENDER a Deus. Ele é capaz de fazer isto sozinho, mas precisa mostrar que entende as coisas que faz para Ele e em Seu Nome. Mude a cultura do brasileiro que não gosta de ler. A Palavra de Deus produz fé (Romanos 10:17), ela nos limpa (João 15:2) e ensina a maneira correta de vivermos (1 Timóteo 3:16 NTLH).

Conheça bem a Bíblia, leia todo seu conteúdo, busque ajuda para compreender seus princípios. Tome posse das promessas e responsabilidades registradas lá para o crescimento dos filhos de Deus.

 

JEJUM

Toda Escritura é criada para o meu bem. Jesus não veio cancelar a Palavra, mas trazer a ela pelo cumprimento (Mateus 5:17). Não é errado jejuarmos, mas na nova aliança, devo entender o papel deste ensinamento na vida do cristão. Em Efésios 2:10, vemos que, uma vez salvos pela Graça, somos chamados por Deus a andar em boas obras que Ele preparou ANTES para aqueles que seguem a Jesus.

Jesus jejuou (Mateus 4:2) e também nos ensina a maneira correta de nos beneficiarmos deste ensinamento:

“Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os outros vejam que eles estão jejuando. Eu lhes digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto. E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará. ” Mateus 6:16-18

O cristão não deve jejuar para alcançar a aprovação, ou se colocar em posição de superioridade com relação aos irmãos. O verdadeiro objetivo deve ser sujeitar seus desejos ao controle de Deus.

“Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado. ”  1 Coríntios 9:27

Assim, compreendo que não me justifico pela obra que faço, só Deus pode fazer isso. Eu ofereço a Deus o meu melhor após ser justificado pela graça. Assim, em gratidão, em celebração e conscientemente reconheço o controle e o senhorio de Jesus em todas as áreas da minha vida.

 

Na próxima publicação iremos abordar sobre disciplinas espirituais para melhorar nosso relacionamento com o próximo. Que o Espírito Santo possa falar ao seu coração através de Sua Palavra!

Paz do Senhor Jesus!

 

Pr. Alan Cajueiro

alan.cajueiro@2or3church.ca

www.2or3church.ca

 

Este estudo faz parte da ministração da Palavra em 04/03/2018 na 2 or 3 Church, em Calgary, Alberta, Canadá, que pode ser vista através deste link.

Para ler mais estudos e mensagens de nossa página, clique aqui.

Acompanhe também nossos eventos e transmissões de nossos cultos em nossa página no facebook: https://www.facebook.com/2or3churchyyc